Você está aqui: Página Inicial / Pastoral Escolar / #PraPensar / Reformas pelas quais torcemos

Reformas pelas quais torcemos

A sociedade de hoje anda muito egocêntrica, egoísta e desrespeitosa. Atualmente, as crianças não saem muito para fora de casa, ficam jogando videogame, no celular, computador, assistindo televisão...

Antigamente, as crianças e adolescentes ajudavam seus pais com tarefas de casa, brincavam na rua, de esconde-esconde, pega-pega e várias outras brincadeiras.

Torcemos para que...

...futuramente, as crianças voltem a ser como as de antigamente: mais obedientes aos seus pais, com brincadeiras mais soltas e sem tanta tecnologia.

...quando sairmos de casa à noite para ir a alguma festa, não termos que voltar com medo de ser assaltado, ou até mesmo sermos mortos. Temos muita expectativa de que tudo seja como antes, sem assalto, sem brigas, sem violência.

...haja mudança em nossos governantes de hoje, que nos roubam diariamente, deixando escolas públicas, creches, abrigos, postos de saúde sem dinheiro para melhorias do que é básico para as pessoas.

Vivemos um momento de transformação social.

 

Bernardo Bohnert Bonoto e Carlos Eduardo Knierin
Alunos do 7º ano do Colégio Metodista Centenário, Santa Maria, Rio Grande do Sul