Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Vacinação contra o HPV é aplicada durante todo o ano

Vacinação contra o HPV é aplicada durante todo o ano

Vacinação contra o HPV é aplicada durante todo o ano

A vacinação contra o HPV (Papiloma Vírus Humano) acontece durante todo este ano na rede do SUS (Sistema Único de Saúde) para meninas na faixa etária de 11 a 13 anos. A doença ataca uma em cada três mulheres até os 25 anos. O Ministério da Saúde promove uma campanha nacional contra o vírus causador do câncer de colo de útero com a incorporação das doses ao calendário de vacinas.

A idade proposta gerou uma polêmica entre pais que veem a vacinação como um incentivo à precocidade da vida sexual. A ginecologista da Santa Casa de São Paulo, Adriana Campaner, explica que o objetivo do medicamento é prevenir jovens e crianças contra o HPV.

"Essa vacina é apenas uma forma de evitar que as doenças causadas pelo vírus, como o câncer do colo de útero, atinjam as mulheres futuramente. Em nenhum momento ela serve de indutor para a precocidade nas relações sexuais", diz a ginecologista.

O HPV é uma doença sexualmente transmissível. O vírus contém características assintomáticas e pode ficar encubado por um longo período, impedindo a manifestação e identificação da doença. A melhor forma de detectá-lo é procurar por lesões resultantes do HPV, o câncer do colo de útero, no caso das mulheres, e verrugas que atingem ambos os sexos.

"É imprescindível as meninas serem vacinadas contra esse tipo de vírus tão comum. Nos dias de hoje não podemos nos fixar em um estado de negação. Se o futuro confirmar nossas expectativas otimistas, perfeito, ela estava protegida de qualquer forma. Se a vida nos surpreender, que bom que as protegemos em tempo! Não podemos nos esquecer de que o vírus pode ou não resultar em câncer. Então, prevenir é a melhor ação", destaca o professor de biologia do Colégio Piracicabano, Erik Roberto Contarini.

DOSES

Para receber a dose, basta apresentar o cartão de vacinação ou documento de identificação. Cada adolescente deverá tomar três doses para completar a proteção, sendo que a segunda, seis meses depois, e a terceira, cinco anos após a primeira dose. Neste ano, será vacinado o primeiro grupo (11 a 13 anos). Em 2015, a vacina passa a ser oferecida para as adolescentes de nove a 11 anos e em 2016 às meninas de nove anos. A vacina estará disponível nos postos da rede pública durante todo o ano, como parte da rotina de imunização.

EM PIRACICABA

Apesar da campanha da Secretaria Municipal de Saúde ter sido finalizada em 10 de abril, a vacina contra o HPV continua disponível para as adolescentes com idade entre 11 e 13 anos em todas as unidades de saúde da rede de Atenção Básica (Programa Saúde da Família - PSF, Unidade Básica de Saúde - UBS e Crab - Centros de Referência em Atenção Básica) até o final de 2014.


Texto: Cristiane Bonin
Fotos:
Banco de Imagens
Edição/coordenação: Celiana Perina
Última atualização: 16/05/2014

 

registrado em: