Você está aqui: Página Inicial / Notícias / "Seong-gong!" Ex-aluno conta como aprender coreano no Piracicabano transformou a sua trajetória

"Seong-gong!" Ex-aluno conta como aprender coreano no Piracicabano transformou a sua trajetória

"Seong-gong!" Ex-aluno conta como aprender coreano no Piracicabano transformou a sua trajetória

Annyeonghasibnikka? Provavelmente você não entendeu a pergunta anterior, que significa: “Oi, tudo bem?”’ formal em coreano ou a palavra seong-gong do título, que significa sucesso. As expressões já são rotina na trajetória de Matheus Januário Moreira, 18, ex-aluno do Colégio Piracicabano, que aprendeu a língua durante o ensino médio. Ele frequentou três anos de aulas de coreano, ao longo dos sete que estudou na escola (2012-2018), e se familiarizou tanto com o idioma que, já um ano, trabalha em uma empresa coreana na região, a Dongwon Brasil. O interesse dele pelo idioma foi imediato: “quando abriram as vagas para frequentar o curso, me senti motivado a aprender mais um idioma, o que intensificou a curiosidade de conhecer uma língua e cultura tão diferente”, conta.

Esse aprendizado e a experiência de estudar no Piracicabano foram fundamentais em sua trajetória. “Tudo foi indispensável para que eu aprendesse a pensar, a construir minha identidade e a formar um caráter sólido e íntegro. Graças a tudo isso, aprendi a tomar decisões importantes, definir quais são os valores que levarei até o fim da vida, sonhar e realizar meus sonhos. Além de servir como base para a construção da minha carreira profissional desde a escola”, afirma Matheus.

LEMBRANÇAS – A saudade também é um sentimento marcante em suas memórias do colégio: “é difícil dizer o que mais gostei, uma vez que estar lá por si só foi uma experiência maravilhosa. Lembro-me de aulas muito lúdicas nos laboratórios, a atmosfera bilíngue que pairava no ar, foi um privilégio frequentar um dos lugares que mais marcou a minha vida. É impossível não sentir falta do lugar no qual vivi umas das melhores lembranças. A gincana cultural e esportiva, e as viagens que fazíamos, são algumas das memórias que mais me causam saudades”, destaca Matheus.

Para o futuro, Matheus afirma que está empolgado: “desejo muito fazer um intercâmbio cultural, sonho adquirido no colégio que possui convênio com diversas universidades estrangeiras. Depois, quero iniciar o curso superior em economia e seguir carreira na área.

 

Texto: Serjey Martins
Foto: banco de imagens Unplash - Aaron Burden
Última atualização: 02/03/2020