Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Piracicabano tem projeto para auxiliar aluno na escolha da profissão

Piracicabano tem projeto para auxiliar aluno na escolha da profissão

Piracicabano tem projeto para auxiliar aluno na escolha da profissão
O Colégio Piracicabano implantou, nesse ano, o projeto Ensino Médio: Informação e Ação. O objetivo é auxiliar os estudantes do ensino médio na escolha da profissão ao longo do ano letivo. Os alunos do Pira receberão informações sobre o mercado de trabalho e academia por meio de perfis gerais dos cursos de graduação, palestras com diferentes tipos de profissionais e visitas a grandes feiras direcionadas aos estudantes, como a Expo CIEE (Centro de Integração Empresa Escola). Sob a coordenação do professor de matemática do colégio, Erasmo Alves dos Santos (foto), o projeto inclui uma investigação individual sobre as aptidões de cada jovem.

Santos conta que o colégio já desenvolvia um acompanhamento junto aos alunos e que essa experiência anterior também permanece centralizada no projeto. A atual fase do Informação e Ação encontra-se na formulação e aplicação de questionários a cada estudante com o foco em levantar as áreas de maior afinidade. "Montei um questionário para saber a área de atuação, duas opções de profissões que mais deseja e outras duas que eles tenham curiosidade de conhecer", afirma. Com o levantamento concluído, haverá um conteúdo específico disponibilizado na página eletrônica do Portal Educacional.

Perfil - A busca dos jovens por profissionalização mudou da década de 90 para os anos atuais. Os alunos do ensino médio e cursinhos que objetivam a graduação estão optando por não sair de sua cidade natal, segundo informa o professor de física, Marcelo Cássio Liano, Gammy. De acordo com ele, a numerosa rede de instituições instalada em praticamente todos os municípios paulistas e a violência urbana estão reduzindo o número de jovens que saem da casa dos pais para cursar uma graduação em outra cidade. "A situação se inverteu atualmente, até mesmo a procura pelas faculdades estaduais vem caindo. O ponto negativo desse cenário é que a condição de morar fora, em repúblicas, por exemplo, contribui muito para o crescimento pessoal e organização individual, aspectos importantes nessa fase da vida", aponta Gammy. Em relação às áreas de atuação escolhidas pelos alunos, o professor de física do Piracicabano destaca que dentre as profissões mais visadas estão direito, moda, artes e gastronomia.

Texto: Cristiane Bonin
Fotos: Fábio Mendes
Edição de texto: Angela Rodrigues
Última atualização: 18/04/2013
registrado em: