Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Piracicabano é bronze na Olimpíada Nacional em História do Brasil - Unicamp

Piracicabano é bronze na Olimpíada Nacional em História do Brasil - Unicamp

Piracicabano é bronze na Olimpíada Nacional em História do Brasil - Unicamp

A equipe Nheque de Porteira, formada por um trio de alunos do 2º ano do ensino médio do Colégio Piracicabano, conquistou a medalha de bronze na Olimpíada Nacional em História do Brasil (ONHB), evento realizado desde 2009 pela Unicamp (Universidade Estadual de Campinas). A última etapa da disputa aconteceu no dia 20 de agosto, quando as 273 equipes finalistas passaram por uma prova de fogo: conciliar textualmente os conteúdos de história, sociologia e filosofia, conta o aluno e membro do grupo Nheque de Portera, Kauê Alexandre Soares Gomes, 16. Iniciada em maio, esta oitava edição da olimpíada teve mais de 42 mil inscritos de todo o Brasil e a única escola piracicabana nas finais foi o Colégio.

Para o aluno Guilherme Furlan Caprânico, 16, também membro do grupo, a consolidação foi conquistada fase a fase. “Aos poucos, acreditamos que poderíamos ir mais longe. O meu maior aprendizado foi o trabalho em equipe e a própria experiência em participar de uma grande olimpíada”, conta.

Kauê disse que os elementos decisivos para estar entre os três primeiros colocados foram a amizade entre os estudantes do grupo bem como o comprometimento de todos com a olimpíada.

Vanderlei de Jesus Ubices, pai de Matheus, 16, terceiro integrante da equipe, conta sobre a força de vontade do filho: “Ele chegou a acordar cinco e meia da madrugada e perdeu fins de semana. Com certeza foi emocionante esta vitória e eu, como pai, fico muito orgulhoso”.

PROFESSORES

Os professores de história do Piracicabano Paulo Alberto Balbino da Costa e Thais Gonsales Soares acompanharam de perto todas as equipes da escola inscritas ONHB – além da finalista Nheque de Portera, o Colégio iniciou a olimpíada com outras cinco equipes, Cárxara De Fórfe; Deuses do Curau; Pamonhas Caseiras, Pamonhas Fresquinhas; Equipe Nóis Não é 10, é XV; e Caipiras de Pira.

“Os alunos tiveram a oportunidade de conhecer e confraternizar com estudantes e professores de história de todo o país. Além de realizarem diferentes tarefas e aprofundarem seus estudos em história do Brasil, a olimpíada deixa para os vencedores a marca de um resultado do trabalho em equipe e da dedicação de todos. O resultado também incentiva mais alunos da escola a enfrentarem o desafio”, diz a professora Thais.

Texto: Cristiane Bonin
Edição: Celiana Perina
Fotos: divulgação
Última atualização: 24/08/2016