Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Jogadores da seleção brasileira recebem cartas de alunos do 1º ano do Pira

Jogadores da seleção brasileira recebem cartas de alunos do 1º ano do Pira

Jogadores da seleção brasileira recebem cartas de alunos do 1º ano do Pira

Alunos e professora passaram por uma experiência estimulante em uma atividade em referência à Copa do Mundo 2014. A pedido dos estudantes do 1ºA, todos ainda em fase de alfabetização, a docente Fernanda Mariano coordenou a redação de cartas pessoais endereçadas aos jogadores de futebol da seleção brasileira.

A atividade integrante das ações Pira na Copa resultou na produção de 26 cartas, com textos e desenhos, e enviadas, uma a uma, para o desportista de preferência do remetente - Neymar foi o recordista de endereçamentos.  Fernanda redigiu uma carta para apresentação do projeto e a pretensão com a ação.

"As crianças ficaram empolgadíssimas ao saber que poderiam escrever para os jogadores, pois muitas delas acham que eles são intocáveis/distantes, que moram dentro da televisão, como super-heróis, e ter a oportunidade de escrever para um jogador de pertinho, por meio da carta, foi emocionante para nossos alunos", conta um trecho da carta da professora enviada à CBF.

Todas correspondências foram postadas via Correios no dia 17 de junho para o endereço da Granja Comary, em Teresópolis (RJ), sede da CBF (Confederação Brasileira de Futebol). "As crianças realizaram frases com incentivos, perguntas e sugestões aos jogadores e, para que eles identificassem quem escreveu a carta, os alunos fizeram desenhos de si próprio com o jogador escolhido", conta a professora Fernanda.

 

Durante o processo de produção do material foi discutido, em roda, o motivo da escrita.  "As crianças, em geral, questionaram sobre a reação dos jogadores a carta e algumas comentaram: "acho que o Neymar vai ficar emocionado quando ler a minha carta"; "Será que ela vai falar de mim na televisão?. As crianças estão na fase de alfabetização, ou seja, início da construção da escrita e esta foi uma forma de estímulo bem interessante", destaca a docente.



Texto:
Cristiane Bonin
Fotos: Banco de imagens
Edição/coordenação: Celiana Perina
Última atualização: 23/06/2014

registrado em: