Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Homenagem aos professores das Instituições Metodistas

Homenagem aos professores das Instituições Metodistas

Homenageamos os/as professores e professoras das Instituições Educacionais Metodistas por ocasião dessa data tão especial, o Dia do Professor. Ser um/a educador/a é mais do que um trabalho, é uma missão honrosa e de grande impacto na sociedade.

John Wesley, o fundador do Movimento Metodista, sempre considerou a Educação como uma missão intrínseca a todos os seres humanos comprometidos com a justiça, a sabedoria e a paz, bases do que é reconhecido no meio cristão como Reino de Deus.

Aproveitamos para partilhar os dez princípios gerais da perspectiva metodista na educação, que podem ser encontrados no documento disponível em http://goo.gl/7t3Odc, preparado pela Igreja Metodista no Reino Unido, nascedouro do movimento metodista.

Ensejamos votos de que as forças de todos/as docentes sejam renovadas para que continuem a exercer seu importante trabalho, com o brilhantismo e compromisso que sabemos marcar a atuação de cada um.

Que Deus os/as abençoe.


Paulo Borges Campos Jr
Presidente do Conselho Administrativo

Wilson Zuccherato
Diretor Geral



Os dez princípios gerais da perspectiva metodista na educação

1. Educação nunca deve ser limitada a fins utilitários. Trata-se da construção da sabedoria para que as pessoas possam dar uma direção correta para a sua vida em um mundo em rápida mutação e complexo.

2. Todos os meninos e meninas, homens e mulheres, merecem ter suas necessidades educacionais atendidas e isso requer uma diversidade de abordagens.

3. A educação deve promover uma atitude questionadora, que evita doutrinação e procura a verdade por meio da razão, da investigação e debate baseado na liberdade de pensamento e de expressão.

4. Educação não é apenas sobre o que aprendemos como indivíduos. Também é o que nós aprendemos juntos como comunidades. Trata-se de estimular o respeito mútuo e a compreensão, valorizando a importância do perdão, reconciliação e o respeito à diversidade cultural.

5. Educação deve promover a nossa compreensão de Deus e isso inclui incentivar as pessoas a encontrar Cristo de maneiras que possam mudar suas vidas enquanto mostrando sensibilidade às opiniões daqueles de outra ou nenhuma fé.

6. Educação é um veículo de Deus, portanto, o Estado não deve ter o monopólio da educação. A Igreja deve oferecer suas próprias formas de educação formal e informal, para encarnar o melhor que uma educação fundamentada em valores éticos cristãos pode oferecer.

7. Fornecer os modelos certos é intrínseco a uma boa educação. Nesse contexto, responsabilidades familiares são de extrema importância e o ensino deve ser visto como uma vocação, que implica em enormes responsabilidades e não apenas uma forma de organização econômica.

8. Educação tem a ver com a realização do potencial humano em todas as fases da vida e é, portanto, um processo contínuo e permanente. Trata-se também de desenvolver o caráter, crescendo em bondade e na busca da perfeição.

9. A educação deve promover a autodisciplina, o trabalho sério e o reconhecimento de que quanto mais nos é dado mais é esperado de nós. Deve preparar as pessoas para escolher hábitos corretos e ter uma vida de serviço aos outros.

10. A educação deve ser um instrumento para reformar e remodelar a sociedade, pela não-manutenção do status quo. Deve incentivar as pessoas a querer mudar o mundo para melhor. Isto inclui a responsabilidade socioambiental pelo bem-estar do mundo que Deus criou.

 

registrado em: