Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Escola de Música promove o concerto Brasil à Deriva, nessa sexta-feira, 8

Escola de Música promove o concerto Brasil à Deriva, nessa sexta-feira, 8

Escola de Música promove o concerto Brasil à Deriva, nessa sexta-feira, 8

O concerto “Brasil à Deriva”, é a atração musical que a Escola de Música de Piracicaba “Maestro Ernst Mahle” (Empem) promove nessa sexta-feira, 8, a partir das 19h30. O projeto nasce do encontro musical entre os irmãos Juliano (violino e rabeca) e Ivan Vendemiatti (bansuris e viola caipira). Ambos partilham o lugar comum da música do nordeste brasileiro e o interesse pela música oriental, e apresentam sessões de improvisação modal, composições originais e releituras de compositores brasileiros.

Os ingressos para o espetáculo podem ser adquiridos na própria Empem (secretaria). Os valores são R$ 15 (meio); R$ 20 (antecipado) e R$ 30 (no dia).

O concerto condensa universos musicais diferentes e mistura extratos da jornada desses músicos por tradições milenares como a música classica Indiana, música árabe, e a mais recente, rica e complexa música brasileira, fonte presente e inspiradora para os irmãos.

“Brasil à Deriva” conta também com a participação especial do canadense George Crotty ao violoncelo.

Formação – Juliano Vendemiatti é um músico multi-instrumentalista e compositor, natural de Piracicaba. Violinista com formação clássica, estudou na Escola de Música de Piracicaba Maestro Ernst Mahle e na Berklee College of Music em Boston. Ele já se apresentou nos EUA como membro da New York Arabic Orchestra, e ao lado de grandes nomes do latin-Jazz e world music, tais como Paquito D’Rivera, Simon Shaheen e Bassam Saba.

Já Ivan Vendemiatti é um flautista, violeiro e compositor, natural de Piracicaba. Iniciou seus estudos com a flauta transversal de bambu em 2008 quando conheceu o pífano brasileiro. Em 2011, começou a tocar Bansuri (pífano indiano) e, desde então, dedica-se em tocar, compor, ensinar e construir instrumentos. Tocou com os principais músicos de pífano do país, entre eles, Zé do Pife, Zabé da Loca, Chau do Pife, João do Pife, Carlos Malta, Egildo Vieira, entre outros mestre de Bandas de Pífano, viajando e pesquisando nos estados de Pernambuco, Sergipe, Alagoas, Bahia. Atualmente estuda música clássica indiana com Pt. Rupak Kulkarni, e com o mundialmente renomado mestre Pt. Hari Prasad Chaurasia.

George Crotty é um violoncelista natural de Toronto, no Canadá. Ele traça sua linhagem familiar para County Clare, na Irlanda, e uma família de músicos judeus descendentes de Felix Mendelssohn. Recém-formado pela Berklee College of Music em Boston, Crotty aspira a criar um novo caminho linguístico para o violoncelo, integrando elementos das tradições oriental, celta e jazz. Tem se apresentado no cenário americano bem como no exterior com o virtuoso maestro Simon Shaheen, bem como o violinista americano, Darol Anger e a lenda do jazz Paquito D'Rivera. George é atualmente membro da Canadian Arabic Orchestra e do quinteto experimental de Nova York, 2Birds Band; e também assumiu o papel de produtor, lançando o disco String Groover da 2Birds Band, e Vidi Aquam, colaboração com o violoncelista canadense Kirk Starkey. 

ANOTE – Concerto Brasil à Deriva, com os músicos e irmãos Juliano e Ivan Vendemiatti e George Crotty. Dia 8/2 (sexta-feira), a partir das 19h30, na Escola de Música de Piracicaba “Maestro Ernst Mahle” (Empem). Rua Santa Cruz, 1.155, bairro Centro, Piracicaba. Ingressos: R$ 15 (meio); R$ 20 (antecipado) e R$ 30 (no dia).

 

Texto: Assessoria de Comunicação e Marketing
Fotos: acervo
Última atualização: 07/02/2019