Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Dia do Amigo é data para comemorar e refletir

Dia do Amigo é data para comemorar e refletir

AMIGO DE VERDADE

As palavras da Canção da América, de Milton Nascimento e Fernando Brant, expressam o que muitos de nós gostaríamos de dizer sobre nossos amigos: “Amigo é coisa pra se guardar/ Debaixo de sete chaves/ Dentro do coração/ Amigo é coisa para se guardar/ No lado esquerdo do peito” - Ao mesmo tempo em que demonstra o quão é importante ter um amigo ou uma amiga, essas afirmações também indicam que a amizade não é uma qualidade disseminada em todos os corações, mas, ao contrário, é algo tão precioso e raro que precisa ser escondido e protegido para não se perder ou ser roubado.

Amizade é artigo raro. Nessa mesma linha, o autor do livro de Provérbios afirma: “O homem que tem muitos amigos sai perdendo; mas há amigo mais chegado do que um irmão.” (Pv 18.24) Parece que aqui há um contraponto à canção de Roberto Carlos que diz: “Eu quero ter um milhão de amigos / E bem mais forte poder cantar” - Ter um milhão de amigos, seguindo o argumento de Provérbios, não é vantagem; ao contrário, o amigo verdadeiro está mais disponível do que o irmão biológico. Amigos de verdade são tão raros, quanto necessários.

Jesus disse aos seus discípulos: “Eu não chamo mais vocês de empregados, pois o empregado não sabe o que o seu patrão faz; mas chamo vocês de amigos, pois tenho dito a vocês tudo o que ouvi do meu Pai.” (Jo 15.15) Isso não foi dito às multidões, mas somente aos doze ou apóstolos, ou seja, àqueles que partilhavam da intimidade de Jesus. Por isso, Jesus os chama de amigos. Trata-se, portanto, de um grupo restrito. Quando se fala de amigo, na verdade, de que estamos falando?

O dicionário Michaelis define amigo como a qualidade de ser aliado, concorde. Também é o indivíduo unido a outro por amizade; pessoa que quer bem a outra. Mas nas redes sociais, amigo é aquele ou aquela que se dispõe a estar conectado conosco, mesmo sendo uma pessoa desconhecida. Nesse contexto, amigo é usado para descrever contatos, não relacionamentos. Há uma troca de mensagens ou ideias, mas não há conhecimento advindo do relacionamento que cria intimidade, compromisso com o outro, ou união. A essência da amizade é a busca do bem maior da outra pessoa. É colocar o outro em primeiro lugar. Jesus colocou os seus amigos em primeiro lugar, a ponto de morrer e ressuscitar por eles.

Nesse ponto podemos listar pelo menos três qualidades de um amigo ou uma amiga que seja fiel. Primeira: é uma pessoa que está presente em momentos de dificuldade. Ter amigos e amigas nas redes sociais é bom, mas o amigo ou a amiga de verdade só se conhece na adversidade. Segunda: é uma pessoa que sabe lidar com os conflitos. Não guarda rancor, não tem uma lista de mágoas ou defeitos dos outros, não sai falando mal de quem o feriu, mas resolve os seus conflitos com quem o ofendeu. Terceira: verdadeiros amigos melhoram uns com os outros. Por isso é importante estabelecer amizade com quem nos ajude a caminhar melhor, que nos fale de esperança e nos aproxime mais de Cristo e dos valores do reino de Deus.

Por tudo isso, amigo ou amiga de verdade continua sendo algo raro e necessário. Valorizemos os amigos e amigas que temos, colocando-os junto de nosso coração, orando por eles e caminhando junto deles em todos os momentos da vida. Que assim seja!
 
Rev. Vicente de Paulo Ferreira
Coordenador da Pastoral Escolar e Universitária  do Instituto Metodista Granbery
registrado em: