Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Crianças também devem passar por oftalmologista

Crianças também devem passar por oftalmologista

Crianças também devem passar por oftalmologista

Aos cinco anos, em média, a criança desenvolve por completo o sentido da visão e, com o início da vida escolar é possível perceber a presença de problemas como miopia, astigmatismo e hipermetropia, alerta a ortoptista e tecnóloga em oftalmologia, Claudineia Miranda Dutra Terra.

"Mesmo que a criança não apresente, aparentemente, nenhum problema, é preciso levá-la a um oftalmologista em seus primeiros anos de vida. Também é recomendável levar a criança para um novo exame oftalmológico no início da alfabetização", destaca a ortoptista Claudineia, lembrando que, sem enxergar bem, o aluno se desinteressará pelas aulas e terá dificuldade de aprendizado.

Os problemas com a visão podem causar baixo desenvolvimento da fala e, um lacrimejamento excessivo, por exemplo, pode indicar desde uma obstrução do canal lacrimal até um glaucoma congênito.

IDENTIFIQUE

Veja alguns sintomas que podem representar  sinal de alerta:

Apresentar olho torto (vesguice ou estrabismo);

Dor de cabeça ou mal-estar durante ou após realizar um esforço visual, como ler, desenhar ou escrever;

Franzir a testa ao olhar para longe;

Aproximar objetos, livros ou cadernos dos olhos;

Desinteresse por atividades que exijam boa visão ou leitura.

Fonte
: Claudineia Terra.

 

Texto: Cristiane Bonin
Fotos: Banco de Imagens
Edição/coordenação: Celiana Perina
Última atualização: 17/04/2014

 

registrado em: