Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Colégio Piracicabano entra na luta contra o mosquito Aedes aegypti

Colégio Piracicabano entra na luta contra o mosquito Aedes aegypti

Dia Nacional de Mobilização da Educação para o Combate ao Aedes aegypti e Contra o Zica acontece hoje em todo o País
Colégio Piracicabano entra na luta contra o mosquito Aedes aegypti

O Colégio Piracicabano, em apoio ao Pacto da Educação Brasileira contra o Zika, convoca alunos, docentes, funcionários e comunidade para o Dia Nacional de Mobilização da Educação para o Combate ao Aedes aegypti e Contra o Zika, que acontece hoje, dia 19 de fevereiro de 2016, em todo o País.

A ação integra as iniciativas do Governo Federal e reforça a importância da orientação em relação ao combate de criadouros do mosquito transmissor da dengue, da febre chikungunya e do zika vírus.

Para participar da campanha, ajude a eliminar os focos do mosquito em sua casa e oriente amigos e familiares sobre as perigos em deixar água parada em qualquer recipiente.

Confira algumas dicas do Ministério da Educação:

•    Mantenha bem tampados tonéis e barris de água;
•    Lave semanalmente por dentro com escova e sabão os tanques utilizados para armazenar água;
•    Mantenha a caixa d´água bem fechada. Coloque também uma tela no ladrão da caixa d´água;
•    Remova folhas, galhos e tudo que possa impedir a água de correr pelas calhas;
•    Não deixe água acumulada sobre a laje;
•    Encha os pratinhos de vasos de plantas com areia até a borda;
•    Outra opção para os pratinhos de plantas é lavar com escova, água e sabão uma vez por semana. Avalie também a possibilidade de eliminar os pratos;
•    Troque a água dos vasos de plantas aquáticas e lave-os com escola, água e sabão uma vez por semana;
•    Coloque o lixo em sacos plásticos e mantenha a lixeira bem fechada
•    Feche bem os sacos de lixo e deixe-os fora do alcance de animais;
•    Mantenha as garrafas com a boca virada para baixo, evitando o acúmulo de água;
•    Pneus devem ser acondicionados em locais cobertos;
•    Faça sempre a manutenção de piscinas ou fontes utilizando os produtos químicos apropriados;
•    Se o ralo não for de abrir e fechar, coloque uma tela fina para impedir o acesso do mosquito à água;
•    Coloque areia dentro de todos os cacos que possam acumular água;
•    Não deixe água acumulada em folhas secas e tampas de garrafas;
•    Os vasos sanitários fora de uso ou de uso eventual devem ser tampados e verificados semanalmente;
•    Limpe sempre a bandeja do ar-condicionado para evitar o acúmulo de água;
•    Lonas usadas para cobrir objetos ou entulhos devem ser bem esticadas para evitar poças d´água.


Fique atento: o verão é a época propícia para a proliferação do mosquito. O acúmulo de água da chuva em diferentes locais aumenta nessa época do ano e facilita o depósito dos ovos. Além disso, as altas temperaturas ajudam no desenvolvimento dos mosquitos que, em apenas 10 dias, já estão prontos para a reprodução. Como as condições climáticas contribuem para o ciclo de vida do Aedes aegypti, a população precisa ficar atenta aos criadouros e eliminá-los semanalmente.

O Colégio Piracicabano está fazendo a sua parte. Contribua você também! Todos juntos podemos combater o Aedes aegypti.

Conheça o Pacto da Educação Brasileira contra o Zika

O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, e representantes do Conselho Nacional dos Secretários de Educação (Consed), da União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), entidades de estudantes, universidades, instituições de educação profissional e de escolas públicas e privadas assinaram no dia 4 de fevereiro de 2016 o Pacto da Educação Brasileira contra o Zica, cujo objetivo é promover ações coordenadas na erradicação do mosquito Aedes aegypti, transmissor do zika vírus, da dengue e da febre chikungunya.

Confira (http://zikazero.mec.gov.br/arquivos/filipeta_verso.pdf) o guia criado pelo Ministério da Educação para combater os criadouros do mosquito.