Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Alunos narram experiência da estadia na Califórnia

Alunos narram experiência da estadia na Califórnia

Alunos narram experiência da estadia na Califórnia
Alunos do Colégio Piracicabano integraram o grupo da rede Metodista para intercâmbio de férias de julho. A  programação, realizada em parceria com a Assessoria de Relações Internacionais da Rede Metodista de Educação e os colégios da rede levou um grupo de 24 estudantes aos Estados Unidos, dentre eles, cinco do Colégio Piracicabano.

A cidade de Riverside, na Califórnia, foi o destino do grupo de intercambistas, que teve como plataforma de estudos a California Baptist University (CBU). Durante os 25 dias de viagem os alunos assistiram ao curso de inglês intensivo, desenvolveram competências relacionais e realizaram passeios.

“A proposta foi dar oportunidades para que nossos alunos se desenvolvessem linguisticamente e culturalmente, mas que também pudessem se divertir para formar um conjunto de oportunidades reais a fim de alcançar esses objetivos”, informa Marcelo da Silva Leite, assessor de relações internacionais do IEP (Instituto Educacional Piracicabano da Igreja Metodista).

Além das aulas, os estudantes participaram de jogos, esportes, atividades culturais e passeios. O processo de aprendizado do idioma e cultural também foi incrementado durante a hospedagem nas residências de famílias nativas, que ampliou a imersão linguística e cultural.

Carlos Henrique Trevisan Ferreira, 16, aluno do ensino médio do Piracicabano, destaca a boa educação dos habitantes da cidade norte-americana e conta que ganhou conhecimento de conversação e vocabulário. Fernando Beraldo, 16, que também é aluno do ensino médio, diz que temia não entender o idioma estrangeiro durante a viagem. “Mas tudo deu certo.”

Julia Beraldo, 14, do 9º do fundamental 2, aprovou as aulas, a hospedagem e os passeios. “Me apeguei muita à família com quem fiquei e a visita aos estúdios da Universal Pictures foi demais”, conta ela.

O assessor de relações internacionais do IEP destaca que “a escola promove o intercâmbio como atividade educacional e não como um negócio”. “Desde as reuniões preparatórias para a  viagem, o intercâmbio é apresentado como oportunidade de educação internacional em que o aluno poderá se desenvolver linguisticamente, culturalmente e pessoalmente.”

Texto: Cristiane Bonin
Fotos: banco de imagens/California Baptist University
Coordenação/edição:  Celiana Perina
Última atualização: 18/08/2015
registrado em: