Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Alunos dos 7ºs anos apresentam trabalhos do projeto Feudalismo

Alunos dos 7ºs anos apresentam trabalhos do projeto Feudalismo

Alunos dos 7ºs anos apresentam trabalhos do projeto Feudalismo

Os alunos dos 7ºs anos do ensino fundamental 2 apresentaram, no último dia 17, os resultados do projeto Feudalismo, trabalho interdisciplinar realizado ao longo de todo o trimestre. O projeto, que acontece há seis anos, inclui a produção de maquetes representando feudos, a elaboração e a recitação de poemas autorais inspirados na Idade Média. Os estudantes compartilharam o resultado da atividade com as turmas dos 5ºs anos, em apresentações realizadas no Salão Nobre do Colégio.

Segundo a coordenadora dos ensinos fundamental 2 e médio, Thais Gonsales Soares, para os estudantes mais novos essa apresentação agrega e enriquece o aprendizado. “Aos alunos do 5º ano é oferecida a primeira oportunidade de contato com a sociedade feudal na escola, uma vez que esse conteúdo não faz parte da grade curricular do ensino fundamental I”, destaca a coordenadora.

O projeto foi organizado pelos professores Thiago José Bot Bonfim, de língua portuguesa, e Albert Stuart Rafael, docente de história. O objetivo principal é o de ser uma atividade desafiadora e proporcionar maior aproximação com o contexto histórico estudado ao longo de todo o semestre.

“Como muitas das características da sociedade medieval eram bastante diversas de nosso cotidiano, esse tipo de atividade favorece o questionamento e a pesquisa de detalhes que, possivelmente, passariam despercebidos em aulas somente expositivas. Além disso, o projeto contribui ainda com o aprimoramento dos estudantes em outras áreas, pois o maior desafio dos expositores é explicar aos colegas o contexto e o significado de cada detalhe disposto nas maquetes, o que faz com que eles se dediquem bastante ao estudo do conteúdo”, conta Thais.

Exposição

Os trabalhos confeccionados pelos alunos no projeto Feudalismo estão expostos no Centro Cultural Martha Watts e permanecem abertos à visitação até o dia 27 de abril.

 


Texto e fotos: Gabriela Melo
Edição: Angela Rodrigues
Última atualização: 26/04/2018