Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Alunos do ensino médio ampliam estudos em visita às cidades históricas mineir

Alunos do ensino médio ampliam estudos em visita às cidades históricas mineir

Alunos do ensino médio ampliam estudos em visita às cidades históricas mineir

Minas Gerais recebeu mais uma vez os alunos do 2º ano do ensino médio do Colégio Piracicabano para uma viagem de estudos e vivência social. Com um roteiro passando pelas cidades históricas, durante sete dias os jovens conheceram cidades como, Ouro Preto, Tiradentes e Congonhas do Campo, e participaram de atividade de campo no Pico do Itacolomi, com uma caminhada de aproximadamente 15 quilômetros.

"Destaco as belíssimas igrejas barrocas e a oportunidade de conhecermos alguns desenhos poucos conhecidos de Salvador Dali, expostos em Ouro Preto", destaca o professor de filosofia, Taitson dos Santos, que acompanhou os alunos juntamente com Elcy Pecorari (literatura), Mário Zenero (geografia) e Paulo Alberto Balbino dos Santos (história).

O professor Taitson relata que todas as disciplinas do ensino médio estiveram, direta ou indiretamente, envolvidas no projeto Barroco Mineiro - nome da viagem de estudos. "Tivemos uma oficina sobre a linguagem simbólica da matemática religiosa com o professor Erasmo dos Santos (matemática), além de intervenções mais diretas dos professores de filosofia, geografia, história e literatura", destaca Taitson.

Para aluna Letícia Franco Savino, 16, do 2ºA, a experiência proporcionada nas visitas ao Museu da Inconfidência Mineira e a descida da Mina de Ouro foi marcante. "Estes são dois lugares que me chamaram atenção porque pude ver um pouco mais sobre os assuntos inconfidência e mineração, conteúdos muito abordados em sala de aula e sobre os quais pudemos aprofundar os estudos", relata Letícia.

Há cerca de duas décadas o Colégio Piracicabano vem realizando este projeto perpetuado anualmente frente à importância de oportunidade. "O conhecimento trabalhado, em aula e livros, ganha vitalidade e sentido quando presenciado e vivenciado ´in loco´", conclui o professor de filosofia.

O aluno do 2ºA, Renato Gomes Botan, 16, confirma o objetivo do projeto que leva o ensino médio a Minas. "Além do aprendizado histórico sobre a região, a viagem proporcionou uma relação entre aluno e professor marcada pela amizade, pelo companheirismo que, em minha opinião, teve grande importância para todo o grupo", afirma o aluno.

Texto: Cristiane Bonin.
Fotos: divulgação
Coordenação/edição de texto: Celiana Perina
Última atualização: 04/11/2014

registrado em: