Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Aluno do Pira é destaque em disputa no idioma coreano

Aluno do Pira é destaque em disputa no idioma coreano

Aluno do Pira é destaque em disputa no idioma coreano
O aluno do Colégio Piracicabano, Matheus Januario Moreira, 14, 9ºA, conquistou o quinto lugar em uma disputa entre apresentações no idioma coreano realizada em dezembro de 2014 em São Paulo. Matheus faz o curso de idioma no Colégio com a representante do Consulado da Coréia, professora Adriana Gong.

O tema proposto para a competição foi exatamente a língua coreana e Moreira preparou um texto contando porque se interessou pelo idioma e seu objetivo quanto aos estudos. Entre aproximadamente 20 candidatos, coreanos e brasileiros, ele – que estuda a língua estrangeira há apenas nove meses – foi o único não-descendente a ser classificado para a final.

“Se os demais competidores não fossem descendentes, ele teria sido classificado em primeiro lugar”, afirma Adriana.

O desempenho do estudante do Pira é classificado pela professora como “um bom exemplo e modelo para todos os brasileiros que estão aprendendo a língua”. “Foi o meu melhor trabalho realizado no ano de 2014. Verifico que a cada aula, ele está progredindo e aperfeiçoando tanto pronúncia quanto compreensão”, diz a professora.

Adriana conta que o esforço, dedicação e carinho pela língua coreana fizeram de Moreira um aluno brilhante. “Ele me trouxe uma esperança e grande incentivo no sentido de ânimo maior para eu ministrar as aulas de coreano”, conta a professora.
O estudante diz que se interessou pela nova língua porque quis aprender e expandir suas capacidades e se preparar para o futuro. Ele avalia que, numa escala até dez, o nível de dificuldade do coreano chega a sete. Entretanto, o aspecto cultural, perceptível no estudo da língua, é o maior destaque para o aluno.

“Entre todos outros fatores, o mais interessante é o respeito fantástico que a língua pede quando dialogamos com pessoas mais velhas do que nós. Em síntese, quero dizer que, apesar das dificuldades, é uma honra aprender um idioma tão nobre quanto é o coreano”, conta ele.

Texto: Cristiane Bonin
Fotos
: Fábio Mendes
Coordenação/edição de texto: Celiana Perina
Última atualização: 03/03/2015
 
registrado em: